Apresentação

Para quem nos direcionamos

O que esperar deste evento

O I Congresso Internacional sobre Povos Indígenas em fronteiras Amazônicas é um evento voltado para os diálogos entre pesquisadores nacionais e internacionais possibilitando a construção de indicadores para um cenário socioterritorial, geopolítico e ambiental das dinâmicas e condições de vivência sobre populações humanas em faixas de fronteiras internacionais. O evento é organizado pelo Núcleo de Estudos Socioambientais da Amazônia – NESAM através do apoio institucional do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas – PPGICH, da Universidade do Estado do Amazonas.

O Congresso será realizado na Cidade de Tabatinga, município do Estado do Amazonas localizado na região de tríplice fronteira Brasil, Colômbia e Peru, atenderá a um público alvo interessado em discutir a temática dos Povos Indígenas em contextos de fronteiras, estas consideradas para além de suas atribuições geopolíticas e territoriais, sendo socioculturais, político-econômica e étnicas. A proposta será discutida diretamente com representantes das diferentes etnias buscando analisar os desafios e os conflitos da contemporaneidade diante da atual conjuntura política e econômica latino-americana. Para isso, Representações populares indígenas, Pesquisadores, Professores e Estudantes Universitários são convidados a compor uma reflexão onde todos possam contribuir para futuras pesquisas e colaborações que possibilitem pensar o hoje e o amanhã das sociedades indígenas na panamazônia.

A vasta distribuição territorial dos povos indígenas panamazônicos chama a atenção dos cientistas sociais e ambientais diante do crescimento dos conflitos políticos e econômicos emergidos na contemporaneidade.  A história dos seus territórios, os direitos, a educação intercultural e, a exploração dos recursos naturais são temas pertinentes a serem apresentados e colocados em pauta na discussão entre os Povos Indígenas e Pesquisadores de diferentes áreas de conhecimento.

O evento contribuirá para estabelecer uma rede colaborativa e assertiva nos âmbitos nacional e internacional possibilitando o desenvolvimento de pesquisas entre os programas de pós-graduação regionais e também dando voz aos Povos Indígenas amazônicos.

O Núcleo de Estudos Socioambientais da Amazônia – NESAM vinculado a Universidade do Estado do Amazonas, juntamente com o Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas apresentam uma proposta que possibilite o envolvimento de instituições públicas de pesquisa e sociedade civil para um intercâmbio de saberes interdisciplinares que dialoguem sobre as iniciativas e experiências sobre gestão dos territórios de uso comum e a conservação dos bens naturais protagonizados pelo etnoconhecimento das sociedades rurais indígenas amazônicas nos mais diversos significados sobre fronteiras.

A proposta visa incentivar a produção científica dos grupos de pesquisa das Universidades envolvidas discutindo as suas potencialidades acadêmicas em contextos de fronteira panamazônica nas diferentes áreas de conhecimento dos cursos de graduação e pós-graduação. Com isso, promoveremos o intercâmbio entre pesquisadores e estudantes de Universidades participantes do Congresso, possibilitando a reafirmação de convênios interinstitucionais de pesquisas.

Como resultado destas atividades, planejamos, com vistas à popularização do conhecimento científico produzido neste contexto, a circulação de publicação em formato impresso e/ou digital organizado pela editora da Universidade do Estado do Amazonas contendo os artigos e trabalhos a serem apresentados nas sessões temáticas do evento, bem como a elaboração de dossiê temático em periódico indexado na revista do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas.

Seus impactos poderão ser estimados pelas possibilidades da geração de subsídios empíricos e teóricos para investigações em nível de pós-graduação em Universidades Nacionais e Internacionais. Com este contexto, considera-se que o congresso nos permitirá a realização de uma articulação em rede para a construção de projetos científicos voltados para a realidade socioambiental contemporânea das dinâmicas transfronteiriças. O envolvimento dos profissionais participantes possibilitará um diálogo interinstitucional entre investigadores e a produção acadêmica em destaque, gerando a sistematização de informações para a publicação de material bibliográfico sobre o tema do evento. Assim, espera-se que com a realização do congresso as organizações envolvidas, lideranças comunitárias, professores e pesquisadores sejam melhores preparados para a mobilização de parcerias, apoios e cenários para a construção de políticas públicas para a realização de projetos e ações que envolvam o protagonismo dos povos indígenas.

Evento internacional

Evento internacional

O Congresso será realizado na Cidade de Tabatinga, município do Estado do Amazonas localizado na região de tríplice fronteira Brasil, Colômbia e Peru, atenderá a um público alvo interessado em discutir a temática dos Povos Indígenas em contextos de fronteiras, estas consideradas para além de suas atribuições geopolíticas e territoriais, sendo socioculturais, político-econômica e étnicas.
Reinventando experiências

Reinventando experiências

O evento contribuirá para estabelecer uma rede colaborativa e assertiva nos âmbitos nacional e internacional possibilitando o desenvolvimento de pesquisas entre os programas de pós-graduação regionais e também dando voz aos Povos Indígenas amazônicos.
Construindo oportunidades

Construindo oportunidades

Considera-se que este congresso nos permitirá a realização de uma articulação em rede para a construção de projetos científicos voltados para a realidade socioambiental contemporânea das dinâmicas transfronteiriças.
Seja o primeiro a saber nossas notícias

Receba via e-mail

Realizadores

do evento

UEA
NESAM
UFAM
CNPQ
FAPEAM
PPGI.CH

Fale conosco

© Copyright 2018. Universidade do Estado do Amazonas. Desenvolvido por Com Tudo Propaganda. Todos os Direitos Reservados.

Pesquisar no Site